26.7.05

Correio - Campeonato de Menardas

Mandado por um caramelo activista, chegou ao nosso quintal um correio que vamos aqui espatar.

No campeonato de menardas caramelas, aconteceram coisas estranhas. Mando-vos duas fotos de alguns desses acontecimentos.
Cumprimentos
Chapa

10 comments:

caramelo importado said...

eh! pá...enganaram-se. Isto é um "Campeonato de Merdas"!

Anonymous said...

sobre a rotunda da praça da independencia, tou em crer qaquilo é obra dum arquitecto-jogador de dominó que vai pra li á noite empinar as pedras pras derrubar e voltar a empinar até atingir o orgasmo...

david said...

Porá, ninguém quer ir o FIAR , vão todos para Cines. Viva o Alentejo.

hugo da secundaria said...

Festival Músicas do Mundo - Sines 2005
O maior festival português de músicas do mundo regressa a Sines com o cartaz mais extenso de sempre. Os três dias (28 a 30 de Julho) desdobram-se por quatro locais diferentes e são preenchidos por 15 concertos com músicos de vários pontos do globo, como convém. Entre eles estão Hermeto Pascoal, Kimmo Pohjonen, Marc Ribot e Master Musicians of Jajouka.
28 de Julho
O primeiro dia de concertos começa ao fim da tarde em Porto Covo, com a abordagem particular ao tango dos argentinos 34 Puñaladas. Nas ameias do Castelo de Sines, a noite cai ao som da estreia de um projecto português que reúne a fadista Cristina Branco, a Brigada Victor Jara e o colectivo vocal Segue-me À Capela. O serão continua com o encontro entre Ljiljiana Buttler, a rainha da "soul" cigana, e os blues bósnios do colectivo Mostar Sevdah Reunion. Do Mali, chega a dupla explosiva Amadou & Miriam, com a bagagem cheia com o álbum "Dimanche à Bamako", produzido por Manu Chao. O grupo romeno Mahala Räi Banda apresenta-se na Avenida da Praia para um dose de música urbana com recorte "folk" e alma cigana. Os sons seleccionados pelos DJ Raquel Bulha e Luis Rei encarregam-se de manter toda a gente a dançar pela noite dentro.
29 de Julho
29 de Julho começa na Capela da Misericórdia com a voz de Lula Pena, cantora portuguesa que vive em Bruxelas e Marraquexe e canta o fado de maneira a não soar como fado, ou não fosse ela a autora de "Phados". A rota volta então a apontar para o castelo, onde é esperado o encontro do guitarrista Marc Ribot com o trio The Young Philadephians. Free jazz, funk e rock serão cruzados numa "jam session" que promete. Astrid Hadad é a estrela que se segue. A diva mexicana é conhecida pelo espectáculo provocador e por um estilo único que funde na sua voz toda uma miríade de géneros. Depois do "cabaret latino" de Hadad, chega o multi-intrumentista brasileiro Hermeto Pascoal, ultra-aclamado mestre de sons que Miles Davis considerou o mais completo músico com quem trabalhou. A festa segue na avenida com o quarteto Ba Cissoko, que traz da Guiné a prova de que a kora e o rock são tudo menos incompatíveis. O DJ Mo traz do Mali as coordenadas para uma noite interminável.

30 de Julho
É ali mesmo, na Avenida da Praia, que recomeça a função para o derradeiro dia do festival. Os responsáveis dão pelo nome de Samurai 4 e são, como o nome dá a entender, um quarteto de música tradicional japonesa, embora contaminada de rock, jazz e clássica. De volta às ameias do castelo: The Master Musicians of Jajouka, considerada a mais antiga banda do mundo. Depois do colectivo marroquino, é altura de conhecer o projecto KTU, que junta as diabruras do acordeão de Kimmo Pohjonen ao "art rock" dos TU - Trey Gunn e Pat Mastelotto -, mais o "sampling" de Samuli Kosminen. O concerto garante a fuga por completo às convenções daquilo a que um dia chamaram pop. O pano do castelo cai com os irlandeses Kíla debaixo de fogo de artifício. O ritual continua na avenida para o último concerto do festival, entregue aos congoleses Konono nº.1 e aos DJ de serviço: Mário Dias e Vítor Junqueira.

PUBLICO.PT

torca said...

Eu é para Sines que vou este fim-de-semana, com o Zé, o Skin, o Flávio e…, a ver se nos encontramos por lá caramelas.

eu tu e ele said...

O FIAR,AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

OPinhalnovense said...

belo blog. boas máquinas e caramelos valentes. já pensaram em oferecer uma Vê5 aos candidatos à Câmara para eles fazerem a campanha eleitoral a apanhar o vento nas ventas? isso é que ia ser uma campanha...
e não se esqueçam de ir a http://opinhalnovense.blogspot.pt

eu said...

eu não vou a sines mas tambem não vou ao fiar. Vou a Vilar de Mouros... uma coisa que ninguém é capaz de fazer nos caramelos que é atrair o mundo ao mundo caramelo.

A Rato - ADCC said...

Hej!

A Rato - ADCC, em parceria com o Clube de Jovens de Fernão Ferro, vai participar num intercâmbio europeu em Eskilstuna - Suécia que contará com a participação para além da Suécia, de organizações da Polónia, Eslováquia, Lituânia, Letónia.

Subordinado ao tema "Inclusion through Sports", este projecto é a continuação do intercâmbio realizado o ano passado em Visla - Polónia e terá um blog - http://www.rato-adcc.pt/eskilstuna_blog - que será actualizado todos os dias, a partir do dia 7 de Agosto, com relatos e imagens deste intercâmbio.
Adjö!
.?.
P.S.: Se enviar este e-mail para todos os adeptos do Sport Lisboa e Benfica, o nome Estádio da Luz passará a ser "Estádio Miguel volta mas sózinho que a gente não te faz mal!"

Anonymous said...

bom comeco